Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O ENTARDECER

O ENTARDECER

OS NENÚFARES

 

Claude Monet é um pintor francês conhecido pela sua contribuição ao movimento artístico chamado Impressionismo. Nascido em Paris em 14 de Novembro de 1840, ele passou a sua infância na Normandia, na cidade de Havre, onde a sua família se instalou quando ele tinha cinco anos. Progressivamente, o jovem Monet foi desenvolvendo sua paixão, começando pela caricatura, e em 1859 foi estudar pintura em Paris, na Academia Suíça, apoiado por seu pai. A sua partida para a Algéria para realizar o serviço militar, em 1861, obrigou-o a fazer uma pausa nos seus estudos, mas ele continuou a experimentar diferentes efeitos artísticos. De volta a Paris, em 1862, após ter contraído uma pleuresia, conheceu o pintor suíço Charles Gleyre e trabalhou com Alfred Sisley, Auguste Renoir e Frédéric Bazille que se iriam tornar seus amigos próximos.

Neste fascínio compreendo os impressionistas e sobretudo Claude Monet, cuja incansável demanda foi guardar na tela a imperceptível mutação da paisagem provocada pela luz. Lembrado das suas pinturas de nenúfares, num certo entardecer dei comigo a fotografar um lago cheio de nenúfares, e de tal forma fascinado, que bem entrada a noite ainda fotografava sem flash, tentando conservar a variedade do colorido que o sol ao desaparecer, foi deixando em redor.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.