Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O ENTARDECER

O ENTARDECER

OS IDOSOS DESTE PAÍS

OS IDOSOS DESTE PAÍS

Em Outubro último, o número de pessoas desempregadas que recorreram à reforma antecipada já ultrapassava as 80 mil, o que significa que, se não existisse este mecanismo, o número oficial de desempregados já estava em patamares inadmissíveis. Em situação mais dramática estão as pessoas sem emprego, com mais de 45 anos ou 50 e poucos, que o mercado de trabalho considera velhos, mas que são muito novos para ter acesso à reforma antecipada. Esta geração, e os jovens à procura do primeiro emprego, são as principais vítimas desta crise."

Contudo, não são os mais esquecidos deste governo! São uma das franjas da nossa sociedade armada em geringonça! A outra, as crianças, melhor ou pior tem os seus “papás”.

Mas os idosos são uma realidade que tem tanto de triste como de real e duro! A juventude de hoje, serão os idosos de amanhã. Não podemos adiar para amanhã, os mimos e cuidados que só lhes poderemos dar hoje. Deixar para manhã, Não! O dia é hoje, e a hora é agora. Eduquemos os filhos de hoje a respeitar os idosos, para que eles possam ser respeitados  amanhã. Teremos que dar aos idosos, o mesmo carinho e cuidados que damos ou deveríamos dar às crianças de hoje.

Numa sociedade cada vez mais envelhecida, em que o aumento da necessidade de apoio às pessoas idosas dependentes emerge como um problema prioritário, interrogamo-nos sobre a necessidade de dar mais atenção à prestação de cuidados informais à pessoa idosa dependente em contexto domiciliário ou outro.

Se nos lembrarmos dos “malabarismos”, que os políticos fazem para baixar os défices das contas, ou para garantir “ Um vencimento Mínimo” a muitos milhares de trabalhadores, que lhe pagarão com o seu voto, então a estrada começa a abrir-se. Se nos lembrarmos dos impostos “inventados” e pagos por todos, para garantir tantos negócios generosos, então tudo isto é bem mais fácil do que aumentar a gasolina, que muitos passarão comprar a Espanha!

A generosidade e capacidade de políticos bem preparados, humanos e competentes, não têm limites!

A vida dos idosos, cheia de carências e desilusões, essa sim, está às portas da morte e não tem retorno.

Depois, há sempre gente, muita gente, que não se importaria de fazer trabalho de voluntariado, a troco de menos horas de trabalho. Não nos podemos esquecer que milhões de trabalhadores, há bem pouco tempo, passaram a ganhar mais e a trabalhar muito menos, com mais férias.

Porque não mobilizarmos toda a sociedade portuguesa para uma luta em grande contra a corrupção. Era salutar e útil a todos os títulos. Certamente que se alcançaria com isto elevados fundos e, em simultâneo,  se moralizava todo o país. Os idosos bem agradeceriam, este último serviço dos portugueses não idosos, que lhes seria prestado por todos os portugueses e pago oportunamente..

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.