Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O ENTARDECER

O ENTARDECER

OS FRUTOS DA TERRA

 

 

“Isto te servirá de sinal, Ezequias: Este ano, comereis do que nascer sem plantar; no ano que vem, do que brotar sem semear; no terceiro ano, porém, ides semear e colher, plantareis vinhas e comereis os seus frutos.” (Isaías 37, 30)

Nunca vislumbrei algo escrito, que nos dissesse que comeríamos da terra sem plantar! Como se diz acima e quando muito, teríamos um ano para comer sem trabalhar.

O que aconteceu em Portugal foi muita gente a abandonar a terra e a comer fruta importada. No primeiro ano paga com as poupanças de gente difamada, depois, comiam aquilo que a terra ia dando sem plantar. Já sem poupanças, tudo foi piorando em nome de um socialismo que tira aos ricos para dar aos pobres. Por fim, só restam as manifestações para apagar a revolta da míngua “dura e crua” e uma crença estúpida de que mudando de governo, a terra dará o que precisamos sem termos de semear nada. Mudou-se de um para outro governo e nenhum faz milagres!

Enquanto isso, a nossa dívida foi crescendo e tornou-se impossível de pagar! Resta protestar contra uma qualquer troika que caíu na asneira de nos emprestar dinheiro, na esperança de que voltássemos a trabalhar a terra. Mas o “canto da sereia” que aparece do nosso lado esquerdo, leva, como já levou de muitas outras vezes, a população para a rua, afirmando que “com manifestações” isto vai! Mas não vai, pois, sem a enxada já lá não vamos e mesmo com ela, teremos de comer pouco menos, porque a terra não tem sido estrumada! Por fim pergunta-se:” quando é que este povo percebe que sem uma enxada, não vamos lá? Quando percebe ele, que há promotores de greves e manifestações pelos quatro cantos do mundo e, ao que se saiba, em sítio algum conseguiram pôr a terra a dar frutos! Mudar de governos e líderes governamentais, só nos faz perder tempo e suor?

Os verdadeiros culpados, quando se chega a este ponto, já há muito se puseram ao “fresco”, comendo frutos sem pegar na enxada!