Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O ENTARDECER

O ENTARDECER

IR AO FUNDO DO POÇO

“A descida ao fundo do poço”, dentro de si próprio.

Este é um novo e grande desafio para que o povo português faça a sua descida ao fundo do poço.

No mundo esotérico há muita convicção de que a verdade está no fundo do poço.

A verdade parece estar no fundo do poço. A descida até lá é decerto desanimadora e sofredora.... mas é lá que está a verdade.

Parece ser verdade que todo aquele que não ficar a meio mas descer efectivamente ao fundo do poço é um esoterista por inteiro.

O nosso problema de hoje é a falta de preparação de cada português individualmente e do colectivo nacional para combaterem os seus monstros interiores.

Neste sentido o poço é um símbolo verdadeiramente universal.

Odim, ao beber a água do poço, conseguiu o conhecimento dos acontecimentos passados, presentes e futuros.     

De certo, logo a seguir a uma viagem de todos nós ao fundo do poço virá à nossa alma colectiva de portugueses,  a mesma força que fez com que este povo entrasse  pelo mar dentro cheio de confiança e orgulho e, sem surpresa, ficasse frente a frente com gente de outros credos, raças e culturas e riquezas,  e com eles aprendesse e ensinasse sem reservas o modo espiritual de estarmos no mundo.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.