Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O ENTARDECER

O ENTARDECER

Igreja da Conceição Velha

Na Igreja da Conceição Velha em Lisboa...

No dia 28 de Abril de 1855 Em Lisboa seguiram-se ao Te-Deum official na Sé muitas solenidades comemorativas em quase todas as outras egrejas. Falemos das que se realizaram na da Conceição Velha, cuja invocação certamente obrigava este templo a mais brilhantes comemorações. O padre Raimundo dos Anjos Beirão organizou ali missões, que se efectuavam de tarde, e que tinham por fim fazer compreender nitidamente aos ouvintes a grandeza do assunto que se ia comemorar. Um enorme concurso de fiéis afluiu a todas estas missões. Logo no primeiro dia o padre Beirão anunciou que ao terminar cada missão faria peditório com o propósito de vestir doze meninas, filhas de famílias honestas e necessitadas, que, com os seus fatos novos, viriam assistir ás festas solenes. —É para elas que eu peço, não para mim, disse o padre Beirão. Eu de nada preciso; nada quero. Assim conseguiu este virtuoso sacerdote associar a caridade, sempre tão bem aceita da Virgem Santíssima, á comemoração de um acontecimento que encheu de júbilos todos os fiéis do orbe católico. Pimentel, Alberto. 1899. História do Culto de Nossa Senhora em Portugal, p.342

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D