Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O ENTARDECER

O ENTARDECER

A LENHA NÃO FALTAVA

No inverno, com a chegada do sol abria-se um novo ciclo de vida, mas também um aumento de frio, principalmente nas noites e no entardecer e amanhecer. A chuva com todos os seus inconvenientes, torna as temperaturas muito mais amenas. Agora com o sol a irradiar luz e calor durante o dia, somos obrigados a ir buscar mais um cobertor para a cama, quando nos deitamos! De manhã, quando nos levantamos e chegamos à janela para estreitar o dia, ficamos deslumbrados. Os telhados do casario em redor, estão todos brancos. Quando saímos de casa a aragem matinal é fria e deixa o nariz e as orelhas geladas. A vida não pára e toda a gente anda de um lado para o outro., mesmo os catraios, de sacola às costas, lá iam para a escola. Pelos caminhos de terra batida ou simples carreiros, sem nunca pararem, vão arrastando as suas pesadas botas cardadas, não perdendo a oportunidade de partirem o gelo formado nas muitas poças do chão. À noite, dentro de casa, toda a família se aquecia nas braseiras. Lenha, era aquilo que não faltava.