Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O ENTARDECER

O ENTARDECER

SUPERSTIÇÃO

 

 
 
Biscoitos da sorte, por vezes premiados.

Superstição é a crença em situações com relações decausa e efeito que não se podem mostrar de formaracional ou empírica. Ela geralmente está associada à suposição de que alguma força sobrenatural, que pode inclusive ser de origem religiosa2 , agiu para promover a suposta causalidade. Um exemplo comum no Brasil, é a crença de que quebrar um espelho causa sete anos deazar. Também são supersticiosas as crenças irracionais3 mais simples que não envolve a suposição de algo não natural.

Superstições são, por definição, não fundamentadas em verificação de qualquer espécie. Elas podem estar baseadas em tradições populares, normalmente relacionadas com o pensamento mágico. O supersticioso acredita que certas ações (voluntárias ou não) tais como rezas, curas, conjuros, feitiços, maldições ou outrosrituais, podem influenciar de maneira transcendental a sua vida.

Consideram-se superstições aquelas disciplinas sem embasamento racional ou científico4 , as chamadas pseudociências, tais como:

O elo causal entre a atitude do supersticioso e o efeito que se supõe ocorrer é, em muitos casos, difuso, muitas vezes não declarado e sempre impossível de ser verificado. Por esta razão ele é atribuído a forças sobrenaturais que incluem:

  • a força do destino;
  • poder invisível dos astros;
  • poder invisível dos ritos mágicos;
  • poder invisível dos espíritos que podem ser de humanos já falecidos, de seres não humanos mas presentes na natureza, de anjos e demónios (djins, na tradição islâmica) e outros.

Esta maneira de pensar é contrária à razão e viola os princípios da ciência, que busca analisar os fenómenos e encontrar relações de causas e efeitos demonstráveis e reproduzíveis por quem se disponha a testá-las. Embora seja perfeitamente possível que algo considerado impossível e sobrenatural no presente seja um dia verificado pelo método científico é importante que se encare com ceticismo as afirmações de paranormalidade ou realizações extraordinárias que superam em muito a capacidade técnica no presente.

Em muitos casos o pensamento mágico e supersticioso deu origem ou conduziu à alguma disciplina do conhecimento científico moderno (veja ciência). É o caso da astrologia da qual surgiu a astronomia, da alquimia que deu origem à química, e outras.