Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O ENTARDECER

O ENTARDECER

OS TERRENOS DESOCUPADOS

PELA ERRADICAÇÃO DAS BARRACAS

Em todos os terrenos desocupados, como aquele que está visível da auto-estrada Lisboa - Cascais (A8), foram erradicadas as Barracas, e tiveram uma cuidadosa descontaminação e recuperação ambiental.

ELOGIO DE UMA GRANDE OBRA CAMARÁRIA

 

Os dados estatísticos que a seguir são apresentados, tornam-se oportunos para se perceber quanto demagógicas eram as críticas e os boatos postos a correr sem o mínimo respeito pelo trabalho sério que vinha sendo desenvolvido no concelho e particularmente na freguesia de Queijas.

Qualquer observador isento, pode concluir que não seria possível dotar tantas famílias amarguradas por uma vida cheia de exclusão social e condições de vida pouco ou nada dignas, senão através de uma forma global de encarar a solução deste autêntico câncer social.

As condições óptimas a que tais e tantas famílias tiveram acesso só foram possível pela acertada decisão de não caminhar por caminhos estreitos na procura de soluções locais, para centenas e centenas de pessoas que já estavam localmente marginalizadas.

Marginalizadas por todos aqueles que alardeavam repúdio por em Queijas terem abrigo, famílias muito dignas que vinham das barracas, mesmo quando tais habitantes se dizem de esquerda e amigos do social.

Por último espanto dos espantos:

Queijas foi a única freguesia do concelho de Oeiras que não realojou famílias carentes socialmente falando e, por tal facto não ficámos melhor nem mais felizes.