Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O ENTARDECER

O ENTARDECER

ESTÁ NA HORA

 

DE REABILITAR A POLÍTICA

“ A Política é uma obra colectiva, permanente, uma grande aventura humana. Tem dimensões continuamente novas e alargadas. Diz simultaneamente respeito à vida quotidiana e ao destino da humanidade a todos os níveis.

A imagem que dela tem a nossa sociedade precisa de ser revalorizada.

A política é uma actividade nobre e difícil. Os homens e mulheres que nela se comprometem, assim como quantos querem contribuir para as causas comuns, merecem o nosso encorajamento.

Vai-se generalizando na opinião pública a ideia de que os governos se sucedem, sem que os grandes problemas sejam resolvidos. E assim, se adiam as reformas estruturantes que todos reconhecem urgentes. Em contrapartida, superabundam leis e regras….O público depara-se também com a diluição dos centros de decisão, muitas vezes confrontados com a necessidade de responderem a questões imediatas, sob pressão dos lóbis ou da rua. Neste quadro, os cidadãos sentem frequentemente que se alarga o fosso entre a sua procura e a oferta das instituições – com o consequente descrédito e desinteresse. Daí estar a verificar-se uma forte quebra na militância, assim como uma participação eleitoral irregular e um absentismo crescente, sobretudo entre os eleitores mais novos.

Para o prestígio da política também não contribui nada - antes pelo contrário! – Os “casos” em que alguns elementos da “classe” se deixam enredar. Estes casos facilitam a generalização da suspeita, assim traduzida: “a política reduz-se à mera gestão de dossiers complexos, à solução de conflitos de interesses, à regularização de egoísmos corporativos ou de bairros, e à sujeição, e à lógica do aparelho partidário. Abrem-se pois as portas ao renascimento de ideologias extremistas, especialistas em esgrimir com temas demagógicos”.