Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O ENTARDECER

O ENTARDECER

DESERTOS

A História do Oriente Médio é uma série de estudos sobre o Oriente Médio, que fica na junção da Eurásia e da África e do Mar Mediterrâneo Oceano Índico.

Resultado de imagem para foto de deserto do medio oriente 

É o local de nascimento e centro espiritual do cristianismo, judaísmo, e no Irão  do mitraísmo,  zoroastrismo  e da Fé Bahá Ao longo de sua história, o Oriente Médio tem sido um grande centro de negócios do mundo, uma área estratégica, económica, política, cultural e religiosamente sensível.

O deserto árabe é um dos maiores do mundo, cobrindo a maior parte da Península Arábica. A maioria do seu território está na Arábia Saudita, mas também atinge Jordânia, Iraque, Kuwait, Qatar, Emirados Árabes Unidos, Omã e Iêmen. Uma grande parte do deserto é coberta de areia, tornando-se um dos climas mais inóspitos do planeta. O deserto contém muitos perigos, e os viajantes devem se preparar com antecedência:

Calor

O deserto árabe é muito quente e árido. No verão as temperaturas podem atingir uma média de 48°C ou mais. O calor é especialmente perigoso por causa da falta de abrigo, e é intensificado ainda mais a partir da luz solar refletindo a areia. A temperatura da areia do deserto geralmente é de 10 a 20 graus a mais do que o ar, e o contato direto com ela é dolorosamente quente. O calor intenso pode causar cãibras, esgotamento e acidente vascular cerebral, o que poderia levar à perda de consciência ou até mesmo à morte. Além disso, esses níveis extremos de calor podem causar o mau funcionamento de rádios e outros equipamentos, trazendo ainda mais problemas para o viajante despreparado.

Enchentes

Embora o deserto árabe seja uma das áreas mais áridas do mundo, os viajantes desavisados podem ser vítimas de enchentes. As áreas mais baixas das regiões montanhosas do deserto são repletas de barrancos e leitos secos que se enchem de forma rápida e inesperada, quando chuvas torrenciais repentinas atacam as montanhas.

Guerra

O deserto árabe do norte se estende profundamente no território do Iraque, um país que, desde 2010, sofre com a guerra e os conflitos internos. O Departamento de Estado dos Estados Unidos adverte que o Iraque é perigoso e imprevisível, e estrangeiros no Iraque devem viajar sempre atentos à segurança em todos os momentos. Sequestros e ataques podem ocorrer, além dos campos minados ainda existentes ao longo das fronteiras internacionais que se encontram no coração do deserto árabe.

Animais, insetos e aracnídeos

O deserto abriga uma variedade de animais selvagens, alguns dos quais muito perigosos - e até mesmo fatais - para os viajantes. Os mosquitos Anopheles na região são conhecidos por transmitir a malária. A maior cobra venenosa no Oriente Médio, a cobra árabe, pode atingir até 1,80 m de comprimento e é originária do deserto da Arábia. O deserto é também o lar de uma variedade de aranhas e escorpiões, alguns dos quais são venenosos.