Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O ENTARDECER

O ENTARDECER

DAR NAS VISTAS

ARMAR AO PINGARELHO

O (i) na vida dos portugueses é um completo flagelo: IRS, IRC, IVA, IS, IMI; IMT, IABA, ISP, IT, ISV, IUC, são o nosso pingarelho (impostos), ou seja, aquilo que faz de nós uns indivíduos pobres ou mal vestidos, mas com pretensões de dar nas vistas”; ...Depois vem a fatalidade de andarmos todos a “armar ao pingarelho”, ou seja:

Armar-se ao pingarelho” ou “armar-se em carapau de corrida” têm o mesmo significado, ou seja, são expressões usadas para definir alguém armado em espertalhão ou que se quer mostrar mais do que aquilo que realmente é.”

Claro que com tantos impostos em PORTUGAL só podem sobrar pessoas deste tipo!

António Costa, em menos de 3 minutos, ontem, no programa "quadratura do círculo “desabafou, sem “dó nem piedade”: RE...LEMBRAR*

"A situação a que chegámos não foi uma situação do acaso. A União Europeia financiou durante muitos anos Portugal para Portugal deixar de produzir. E portanto, esta ideia de que em Portugal houve, um conjunto de pessoas que resolveram viver dos subsídios e de não trabalhar e que viveram acima das suas possibilidades é uma mentira inaceitável. E é isso que estamos a pagar!
A ideia de que os portugueses são responsáveis pela crise, porque andaram a viver acima das suas possibilidades, é um enorme embuste. Esta mentira só é ultrapassada por uma outra. A de que não há alternativa à austeridade, apresentada como um castigo justo, face a hábitos de consumo exagerados. Colossais fraudes. Nem os portugueses merecem castigo, nem a austeridade é inevitável.
Nós orientámos os nossos investimentos públicos e privados em função das opções da União Europeia: em função dos fundos comunitários, em função dos subsídios que foram dados e em função do crédito que foi proporcionado. E portanto, houve um comportamento racional dos agentes económicos em função de uma política induzida pela União Europeia. Portanto não é aceitável”…….

Claro que nós nunca errámos. Quem errou foi a União e foi ela quem se armou ao Pingarelho. Nós nunca faríamos uma coisa dessas!