Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O ENTARDECER

O ENTARDECER

AMPLIAÇÃO DO CENTRO SOCIAL

E não tardou muito tempo que Queijas estivesse em festa. No dia 30 de Setembro 2001 mais uma festa haveria de assinalar a inauguração das obras de ampliação do Centro Social e Paroquial local, a partir daí dotado de um equipamento condigno para prestar mais e melhor assistência aos idosos desta freguesia.

E, se esta festa foi especialmente dedicada aos seniores da freguesia de Queijas, o certo é que ela se estendeu, de uma forma impressionante, a toda a comunidade local. A Igreja de Queijas ficou com a sua lotação completamente esgotada durante a missa que se realizou bem cedo, presidida por D. José Alves, Bispo Auxiliar do Patriarcado de Lisboa, tendo sido secundado pelo Padre Alexandre, atual Pároco de Queijas. À homilia assistiram diversas entidades civis e militares, com destaque para o executivo camarário presidido pelo Dr. Isaltino de Morais, para o presidente da Junta António Reis Luz e com a presença da mais carismática figura eclesiástica local - Padre Gonçalves, ex-pároco de Queijas.

«O Governo deve gastar o dinheiro de forma coerente, e o exemplo 

disso, está aqui patenteado em Queijas»

 

 

A tão esperada cerimónia de inauguração das obras de ampliação do Centro Social e Paroquial de Queijas foi presidida pelo Secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social, Dr. Simões de Almeida, que, no seu discurso, referiu que "o Governo deve gastar o dinheiro de forma coerente, e o exemplo disso está aqui patenteado em Queijas". O Governante referiu ainda a forma como o Estado tem investido nesse capítulo ao longo dos últimos 6 anos, tendo afirmado que "continuará a prestar esse apoio através de investimentos na área da Segurança Social e da Solidariedade". Trinta mil contos foram a verba disponibilizada pela Câmara Municipal de Oeiras para a concretização dessas obras, orçadas, na sua totalidade, em perto de 140 mil contos, uma verba que será suportada também pelo Estado e pelos paroquianos de Queijas.

O Presidente da Câmara Municipal de Oeiras salientou a evolução que a freguesia de Queijas registou nos últimos 12 anos, e a transformação operada no seu seio. A construção da Igreja, de escolas, do mercado municipal, do posto da GNR, e da ampliação do Centro Social, foram também considerados pelo autarca como os grandes impulsionadores dessa transformação.

No que diz respeito ao Centro Social e Paroquial de Queijas, os seus serviços vão mais além dos que existem naquela localidade, estendendo-se, também, a Linda – a - Pastora, com a existência, nessa localidade, de um Lar e Centro de Dia, que já desenvolve um trabalho muito importante no apoio aos mais idosos. Aí funciona um Centro de Dia com capacidade para 15 utentes, um Lar, com capacidade para 23 idosos, um Centro de Convívio capaz de dar resposta a 10 utentes, e um serviço de apoio domiciliário que exerce a sua actividade em 10 Lares.

Em Queijas, o Centro Social e Paroquial local consegue desdobrar - se em inúmeras actividades em prol das mais variadas faixas etárias, contando com cerca de 30 colaboradores que prestam um serviço a tempo inteiro, e de dezenas de voluntários das mais diversas idades. A primeira atenção para as valências existentes vai para o ATL, que neste momento dá apoio a cerca de 30 crianças, assumindo-se num contexto de espaço inter-geracional, já que esta valência se encontra localizada paredes-meias com o próprio centro de dia, que regista uma frequência média, por dia, de perto de 70 utentes, embora tenha condições para assistir 95. Para além desta valência o Centro de Dia presta apoio domiciliário a 26 idosos, e, com as obras de ampliação já realizadas, está já em condições para albergar 24 pessoas no Lar.
No que diz respeito às obras executadas, elas passam a disponibilizar um sector com 12 quartos duplos, uma cozinha ampla, devidamente equipada e que dá apoio a um refeitório com capacidade para cerca de 70 pessoas. Para além disso, existem ainda outros espaços para utilização, de onde se destacam uma área polivalente para actividades com os idosos, e que servirá para a realização de eventos cívicos e religiosos, 7 salas destinadas a apoiar o ATL e a Catequese, e uma lavandaria de apoio. Estas novas obras reforçarão, estamos certos disso, o apoio social local à população mais idosa, objectivos esses que consubstanciam a política de acção social da Câmara Municipal.