Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O ENTARDECER

O ENTARDECER

A MELHOR PRAXE

Para toda a juventude e também para todos os políticos, isto, visando a enorme possibilidade de um 4.º RESGATE poderia ser a melhor forma de o evitar! Será bom não esquecer, de que hoje a nossa juventude, nem o “serviço militar”, cumpre. Quanto aos políticos vão ter de mudar muito, muito mesmo. Conhecer e viver a “austeridade”, prepara as pessoas para sofrer, mas que sejam todos a sofrer, e não só os idosos, por sinal os mais fragilizados.

O RITO da passagem a homens de toda a juventude CHEROKEE é, na sua forma simbólica, um ritual valioso.Vejamos:

-O pai leva o seu filho para a floresta durante o entardecer e, depois, venda-lhe os olhos e deixa-o sozinho no cimo de uma montanha durante toda a noite.

- O jovem, não pode tirar a venda até ao amanhecer.

- O filho senta-se sozinho, no cimo da montanha. 

- Se não desistir e lá passar a noite, será por toda a gente considerado um HOMEM.

- Contudo, não poderá nunca contar a experiência vivida aos outros jovens, porque cada um deve tornar-se homem pelos seus próprios meios, enfrentando o medo do desconhecido e assumindo assim, as suas futuras responsabilidades.

- Qualquer jovem vive esta praxe, naturalmente, amedrontado. Mas em profundo silêncio.

- Animais selvagens podem andar por perto. Mesmo humanos, mal-intencionados, podem surgir. Insetos e cobras podem.causar-lhe calafrios.

- E, entretanto o jovem pode ficar com frio, fome e sede. O vento sopra forte sobre a relva, e esbarra nos troncos de árvores abatidas, mas o jovem continua estoicamente, sentado e sem remover a venda.

- Segundo os CHEROKKES, este é o único meio de um jovem se tornar HOMEM.

- Após uma noite horrível, o sol aparece radioso e a venda é-lhe retirada dos seus olhos.

- Então, ele descobre o seu pai sentado na montanha e perto de si. Tinha estado toda a noite a protege-lo dos muitos perigos possíveis.

Afinal, todos nós, nunca estamos sós. Mesmo quando não o percebemos, Deus está olhando por nós, sentado ao nosso lado.