Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O ENTARDECER

O ENTARDECER

“ A GLOBALIZAÇÃO “

“A culpa dos males planetários não é a globalização. Ela é a evidência de que não é possível continuar a fazer de conta que o Terceiro Mundo e os seus problemas, não existem “.                         

Paulo Cunha e Silva

 

Esta, é somente uma opinião sobre a GLOBALIZAÇÂO. Mas foram referidas duas palavras, que para o comum das pessoas, são algo nebulosas, estou a referir-me à Internacional Socialista e aos Neoliberais.

Se atrás já vimos que existem grupos de pessoas, todas altamente colocadas, que se reúnem para traçar as estratégias mundiais e a quem já chamam “donos do mundo”, estamos agora a ver que em tudo isto, também parece estar envolvido, por um lado a Internacional socialista e por outro os Neoliberais, sendo até possível que tudo acabe por desembocar ainda noutra coisa qualquer.

Há aqui uma certa lógica nestas conclusões. As reuniões do “Grupo de Bilderberg “, ou mesmo da já falada “ Trilateral “, envolvem sempre membros de vários Governos. Estes eram até há pouco tempo maioritariamente socialistas de conteúdo neoliberal. Fala-se da chamada “Terceira Via” socialista. Tudo isto demonstra ser quase impossível que este raciocínio não tenha grande dose de verdade.

Sem estar a delirar tudo parece apontar para uma gigantesca conjugação de forças nacionais e internacionais.

Acreditamos mesmo que toda a gente, necessariamente muito acima da média, se sinta altamente motivada e recompensada por se situarem num mundo secreto fora do alcance da esmagadora maioria dos seres vivos. Os seus proventos materiais e a grande proteção que têm, devem mesmo ser basicamente secundárias para eles!

Portugal terá também, certamente, os seus representantes de ligação aos grupos internacionais. Não surpreende.

Políticos e empresários de todo o mundo reúnem-se em privado para tomar decisões que não constam dos programas sufragados em atos eleitorais. Provavelmente tem que ser mesmo assim e, passamos a partir daqui, a entender porque é perigoso mandar estas pessoas para a reforma!

Apesar de tudo isto as coisas continuam mal, como todos sabemos. Quem sabe se tudo isto fosse feito às claras, com total transparência não poderia produzir uma grande mobilização nacional e internacional, com vantagens de toda a ordem?

Pelos jornais, revistas ou outros meios de informação, toda a gente já ouviu falar desta palavra, “Globalização”. Julgo que para a grande maioria das pessoas, não é também novidade a realização, de vez em quando, de reuniões mundiais sobre este assunto. Normalmente, em simultâneo, realizam-se outras de contestação, Estas reuniões são acompanhadas de manifestações contestarias. Por vezes violentas!

A questão que coloco, volta a ser a mesma, ou seja, o desconhecimento que a maioria esmagadora da população tem sobre este e quase todos os assuntos políticos nacionais e internacionais.

Acredito que existem, de facto, problemas importantíssimos para resolver a nível mundial. Problemas como a segurança no mundo, melhor dizendo a abolição das guerras, passam, sem dúvida, pelo equilíbrio económico no Globo. Pela sustentação ambiental, também.

Acabar com as grandes desigualdades e a fome, trazendo para patamares mínimos de dignidade toda a população mundial, deve constituir a preocupação de qualquer pessoa bem formada.

Pretender conhecer todas estas coisas em pormenor, seria ridículo. Todavia considera-se que mais informação sobre a Globalização, seria uma boa coisa para o desenvolvimento de tão ambicioso projeto.

Finalmente, pelas razões expostas, volta-se a considerar que também a palavra GLOBALIZAÇÂO, está envolta, para quase todas as pessoas, num significado extremamente vago e mesmo confuso.