Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O ENTARDECER

O ENTARDECER

AS FAÇÕES E OS PARTIDOS

 

Sou um crítico assumido, por entender que as coisas no sistema político nacional e partidário não estão nada bem, mesmo nada bem.

Será talvez por isso, por causa dos monstros, que tanto se ouve o povo dizer: “ Hoje, já não chegaria um Salazar, seriam necessários pelo menos, uma mão cheia deles.

Estes curtos comentários, mais não serão do que uma chamada de atenção, para a necessidade de, na “Revisão dos Estatutos Partidários” se tomarem medidas de choque, transparentes, saudáveis e corajosas, que despertem os dois maiores partidos que, quase sem oposição, dominam a política nacional. Hoje é bem visível que no PS existem dois partidos: um PS NOVO e um PS VELHO. O primeiro é temente a Deus e frequenta os templos o segundo é laico e republicano.

O PPD/PSD tem nos seus estatutos, de há muito tempo, duas siglas (Art.º 76.º dos Estatutos),: “Num período transitório, cujo termo será determinado pelo Conselho Nacional, o Partido Social Democrata ( PPD/PSD), usará igualmente a designação Partido Popular Democrático – PPD e a sigla PSD”.

Quero ignorar a razão de ser das duas siglas, aparentemente inofensivas.

Porém, na sua vida interna, a conflitualidade é feroz, não na procura de soluções para os enormes problemas e carências da nossa sociedade, mas na conquista do poder partidário que os possa (a sua fação) levar a ser governo e conquistar lugares no parlamento, câmaras ou Juntas. Os problemas do país virão a seu tempo, se vierem!

Aproveito para deixar uma pergunta: quando um novo militante se vai inscrever no PPD/PSD ou no PS, em qual das sensibilidades destes partidos, se inscreve? Se nada lhe perguntarem, ou informarem, como poderá o inscrito aceitar ser descriminado, mais tarde, por não pertencer a uma qualquer destas fações, que o levará a uma vida de êxitos fáceis ? Mesmo assim, os responsáveis pelos estatutos, estão a esquecer-se de que há uma nova lei que contempla a candidatura de independentes! Será que nestes "Independentes" não existem fações? Se houver, qual das fações vai governar se são ignoradas? Acredito, que a Lei esteja a ser ignorada!